Camara Municipal de Abaete

Você sabia? A Câmara Municipal de Abaeté existe desde 1.873.
Imprimir Email

Institucional

Reunião Solene ao Dia das Mães

por Câmara

29/05/2017 17:29

 

D Maria

Homenageada pelo Presidente Geraldo Clodoaldo C. Soares: Dª Maria da Conceição Louzada

 

O Presidente da Câmara Municipal de Abaeté Geraldo Clodoaldo da Cunha Soares, realizou- no dia 15 de maio de 2017, reunião solene em Homenagem ao Dia das Mães. Foi homenageada  a Dª Maria da Conceição Louzada, uma mãe muito especial de nosso município. Uma mãe sempre é especial, mais sempre tem aquelas que a vida lhes reservou uma missão mais difícil. E esta com certeza é uma delas.  Ela é conhecida como "Dª Maria Benzedeira" realmente merecedora de todo o nosso carinho, respeito e admiração. Um exemplo de vida, respeito, trabalho, coragem, amor e dedicação. Logo abaixo um pouco da historia da vida real de Dª Maria.

 

 

 

 

 

 

UM POUCO DA HISTÓRIA DE Dª MARIA BENZEDEIRA

(Texto escrito pela filha Patrocínia Aparecida Alves Pimenta)

 

Esta é uma história real, baseada na vida de Maria da Conceição Louzada. (Dª Maria Benzedeira) – Minha mãe. Ela nasceu no dia 14 de abril de 1932, filha de Ovídio Duarte Louzada e Henriqueta Nunes Duarte Louzada. Nasceu prematura e teve grande sofrimento para sobreviver. Naqueles tempos as coisas eram muito difíceis, não tinha medicamentos e muito menos incubadora, para mantê-la aquecida, colocava ela num balainho e a cobriam com algodão. Sobreviveu por grandes milagres de Deus e de misericórdia de Nossa Senhora.

Ainda não tinha sete anos de idade quando sua mãe faleceu no parto de sua irmã Judite, deixando ela e suas irmãs Isabel e Judite. Dona Mariquita, uma conhecida da família, vendo a dificuldade daquele pai, com três meninas pequenas e já sem mãe, levou Judite que era recém nascida para criar.  Dali separaram as irmãs. Então começou o grande sofrimento, criada com a madrasta, passando falta de tudo, principalmente daquele colo de mãe.

Nunca foi à escola, seu pai enquanto trabalhava ia lhe ensinando a juntar as letrinhas e formar palavras, e com muita vontade ela aprendeu um pouco a ler e escrever. Passou o tempo e veio o casamento. Casou-se com Antônio Luiz da Silva com quem teve onze filhos, ao qual Deus levou dois de volta para si. Os nove filhos que ficaram tiveram o grande privilégio e grande alegria de poder conviver ao lado desta pessoa maravilhosa que é nossa mãezinha.  Criou a gente com grande dificuldade, morando na roça, com poucos recursos financeiros, e só comiam o que conseguiam plantar.

Quando adoecíamos não tinha remédios, era somente chá caseiro, colo de mãe e bastante fé. Mudamos para a cidade e a renda que eles tinham era de lavação de roupas para os vizinhos e papai trabalhava de gari na prefeitura. Faltava tudo, só não faltava esperança de dias melhores. Nunca faltou para gente, colo, conselho, alegria e carinho. Fomos e somos as pessoas mais acarinhadas desse mundo. Sempre ensinou-nos a rezar, ter fé e esperança que um dias as coisas fossem melhorar.

Com tantos afazeres e com todos nós para criar, ainda sobrava tempo para dedicar as benzeções e ajudar as pessoas, tendo grande prazer em recebê-las e dar uma palavra amiga, um conselho e muitas vezes até colo. Já contamos até cem pessoas por dia em sua casa para benzer. Estas pessoas chegam tristes e doentes e saem de lá cheias de alegrias e paz almejada. Mamãe é uma pessoa humilde, de grande religião, pequenina no tamanho, mas gigante na missão.

Todos querem conhecer

Dona Maria mãe do fubá,

Dona Maria Benzedeira,

Dona Maria que tem sempre uma palavra e um ombro amigo para oferecer.

Muito nos orgulha de falar dela. Quanto sofrimento para nos criar, quantas noites de sono ela perdeu, quantas vezes deixou de comer para deixar para os filhos. Mais nunca perdeu a esperança e a confiança naquele seu grande amigo, que nunca a deixou na mão, JESUS. Nunca teve roupas bonitas para vestir. Vestia o que lhe dava e nós também. Sempre lutamos com dificuldades, mas somos uma família feliz e iluminada. Agora com 85 anos de idade está aqui para ser homenageada.

Obrigada meu Deus, pelo privilégio de ter essa grande pessoa que deixou de viver sua vida e se dedicou a nós. Ela é quem devemos nossa vida e nossa gratidão. Como é fácil falar de você mãe. Mulher guerreira e de fibra que construiu essa família maravilhosa. Saiba que te amamos e que você é a melhor mãe do mundo. Que Deus te dê a recompensa, Nossa Senhora te proteja e te guarde sempre e guarde todas as mães, porque todas elas são presente de Deus. Sua família que te ama: filhos, filhas, netos, genros e noras.

 

Mãe ....

Palavra sublime

Mulher em forma de flor,

Cuja bondade se exprime,

Em doses de puro amor.

Mãe... É ternura e emoção

Mãe seja jovem ou idosa.

Na alegria ou na dor,

Tu és a rosa mais bela,

No reino de nosso senhor.

 

Feliz dia das Mães!!!

 

Abaeté 12/05/2017

 

 

 

 

 

 

As Mães homenageadas pelos vereadores foram:

 

 

 

Vereador Antônio Carlos Lataliza França:

Marisa Eustáquia de Andrade, Maria Tereza de F. Lataliza França, Noeme Gabriel Vieira de Andrade.

 

 

 

Vereador Celio Arruda:

Francisca Alves da Silva, Geralda Xavier de Andrade, Julieta Matias de Queiróz

 

 

 

Vereador Fernando Henrique Guimarães: 

Eunice Guimarães Costa, Maria José Gonçalves, Luzia Alves Pereira

 

 

 

Vereador Geovane Aparecido Soares:

Isaura Maria de Abreu, Antônia Miriam Pedroso, Idronice Aparecida Luiza Soares

 

 

 

Vereador Geraldo Clodoaldo da Cunha Soares:

Maria Aparecida da Cunha Soares, Adriana Aparecida Silva Andrade, Roselis Maria Barbosa de Almeida (ausente)

 

 

 

 

Vereadora Juvercina Maria Rosa Pereira:

Kênia Patricia Bueno Silva,  Maria José da Costa, Maria das Graças de Jesus

 

 

 

 

 

Vereador Salmo José de Almeida:

Maria Mércia de Almeida, Olinda Lelis de Jesus, Ozeides Lelis de Campos

 

 

 

 

 

Vereador Vandélio José Ribeiro:

Maria das Graças Silva, Maria Eustáquia Garcia de Oliveira, Zulmira Gomes da Silva

 

 

 

 

 

Vereador Vicente Ferreira L. Filho:

Neusa Maria da Costa Pereira, Maria da Glória Silva Andrade, Antônia Maria Alves dos Santos,



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página